domingo, 25 de novembro de 2012

Vinícolas de Mendoza

I - Mendoza, à beira dos Andes

Vinícola Catena - Mendoza

A cidade de Mendoza, situada na borda dos Andes, tem uma combinação ímpar das condições climáticas, terreno, e água para irrigação. Essa combinação que os franceses chamam de `terroir´ aliadas a uma imigração de familias relacionadas com a viticultura fez com que em Mendoza haja hoje mais de 50 vinícolas de qualidade, tornando-se assim a capital do vinho da América do Sul. Mendoza é responsável por quase 80 % da produção de vinho da Argentina.

O solo de Mendoza é de característica desértica, o fluxo de chuvas é muito pequeno, chegando a incríveis 30 mm ao ano.  Com uma exposição diária grande ao Sol e com a disponibilidade de água advinda da liquefação da neve, Mendoza tem todas as características necessárias a produção de vinhos de alta potencia.




A cidade de Mendoza tem cerca de 115.000 habitantes (2010) e além da viticultura e turismo oferece também alternativas de esporte de aventura aos seus visitantes. 

II - Vinícolas


Mendoza possue várias regiões vinícolas, sendo as principais:

a) Mendoza, Maipú, Villa Nueva, Lujan de Cuyo, e Agrelo
b) Tupungato, Tunuyan, Rivadavia, Junin
C) San Rafael



"Os solos de Mendoza são tipicamente bem drenados e não muito férteis. Isso em combinação com chuvas leves, faz o intenso caráter de fruta nos vinhos" (Robert Pepi, Bianchi)



"O gradiente de temperatura elevado entre dia e noite, e a  excelente exposição ao Sol dos  vinhedos, são elementos essenciais para a qualidade do vinho em Mendoza" (José Zuccardi, La Agricola)


A irrigação: 

Toda água de Mendoza se origina da liquefação da neve armazenada na Cordilheira dos Andes e que vai fluindo constantemente em direção ao vale.

Um sistema de canais existe desde a época pré colombiana, quando os incas habitavam a região.

Esse sistema de canais depois é organizado em sistemas de irrigação controlada, onde a quantidade certa de água é colocada em cada parreira.

"O clima desértico de Mendoza, faz da irrigação uma ferramenta de viticultura primordial." (Alejandro Sejanovich - Luca e Tikal)

Os locais de produção e Armazenamento


Vinícola Catena Zapata
Vinícola Catena Zapata


As principais bodegas


Escorihuela Gascon - Godoy cruzLuigi Bosca - Lujan de Cuyo
Familia Zuccardi - MaipúNorton - Luján de Cuyo
Trapiche - MaipúTerrazas - Lujan de Cuyo
Nieto y Senetiner - Lujan de CuyoCatena Zapata - Agrelo, Lujan de Cuyo


Bodegas para Almoçar

Almoço com Churrasco - Familia Zuccardi



Fotos de Familia Zuccardi, Maipu
Familia Zuccardi - cortesia TripAdvisor



A família Zuccardi localizada em Maipú tem um excelente restaurante com capacidade para 80 pessoas, onde servem o churrasco típico da região com três tipos de carne e três tipos de vinho de sua marca. O ambiente é acolhedor e vale a pena o passeio. Tem que reservar com antecedência pois a procura é grande.

Outras opções de bodegas para almoço são Norton, Ruca Malén.


III - As uvas e os vinhos

A uva madura contém um alto teor de açúcar que pode fermentar produzindo álcool. Ela também possui ácidos essenciais que ajudam a balancear a doçura dando ao vinho um sabor refrescante e equilibrado.

III. 1 - O coração da Uva:

A pele é a fonte dos agentes corantes, os taninos, e dos componentes de sabor que dão caráter ao vinho.

A polpa constitui a maior parte da uva e contém água, açúcar e ácidos.

O engaço  contém taninos amargos e raramente é utilizado na vinicultura.  

A pruína, camada cerosa no exterior da pele, contém leveduras naturais.

As sementes contém taninos amargos e são geralmente removidas durante a produção do vinho.

vinhedo em Mendoza

Fonte: Guia Ilustrado Zahar - Vinhos do Mundo Todo


III.2 - As uvas da Região


As uvas mais adaptadas a região de Mendoza são:

a) Malbec: Essa cepa tinta, repleta de sabores condimentadas e de frutas silvestres, é encontrada na França e largamente cultivado na Argentina, principlamente nessa região de Mendoza,onde produz vinhos de cor profunda e taninos potentes.

b) Cabernet  Sauvignon:  Original da margem esquerda de Bordeaux, ali alcança sua expressão máxima. Foi bem sucedida também no Vale do Napa, Califórnia,  no Chile, Maipo, e mais recentemente na Argentina, em Mendoza iniciou-se a produção de vinhos de alta qualidade. 

c) Chardonay: È a cepa branca mais popular do mundo e considerada a melhor em termos de qualidade do vinho produzido. Ela tende a produzir um vinho branco bem encorpado e seco. As de sabor mais intenso vem da California, Chile e Austrália. 

Fonte: Guia Ilustrado Zahar - Vinhos do Mundo Todo

III.3 - Alguns Vinhos Recomendados


Catena Zapata:
Angélica Zapata - Cabernet Sauvignon
Catena Alta - Malbec

Terrazas;
Terrazas Reserva - Cabernet Sauvignon
Terrazas Reserva - Malbec
Afincado - Malbec
Cheval des Andes - mistura bordalesa

Achaval Ferrer
Mendoza Malbec

O. Fournier:
Alfa Crux
Beta Crux

Luigi Bosca:
Cabernet Sauvignon - reserva


IV - A cidade  



Mendoza, propriamente não é uma cidade bonita. Os seus arredores cercados de terreno árido e pedregoso parece decepcionante à primeira vista. O charme de Mendoza reside nas visitas às vinicolas com degustação, e passeios perto da cordilheira. Se você for apreciador de vinhos, não vai se decepcionar. 



Mendoza vista do alto
fonte em Mendoza

zoológico de Mendoza


V - Informações relevantes


a) Como chegar:


  Aéreo - Existem voos diretos para Mendoza a partir do Brasil. Entretanto o mais comum são os voos partindo de Buenos Aires. Pela Aerolineas Argentina temos oito voos diários, com a duração de 01 hora e 50 min, e custa aproximadamente 600 dólares, ida e volta. Pela Edreams é possivel encontrar voos pela LAN a 350 euros. 



Terrestre - Existe uma estrada que liga Santiago a Mendoza cruzando a cordilheira. A estrada é muito sinuosa e no inverno aconselha-se que somente motoristas habituados a transitar nela tomem a iniciativa de dirigir. A estrada tem cerca de 350 Km e de ônibus leva cerca de 06 horas e meia, incluindo 45 min no posto de imigração.



b) Quando ir:

Como Mendoza não é muito quente, nem muito frio, qualquer época é boa para se visitar. No inicio do ano é possível ver e/ou participar da colheita. 

Fiesta Nacional de la Vendimia: A festa da colheita da uva é um evento exclusivo de mendoza e atrai cerca de 50 mil turistas. Ela acontece no primeiro fim de semana de março.


c) O que fazer:


Visitas às Vinícolas:  Como é a atração principal da região recomendamos a visita a cinco vinícolas. Se não for apreciador de vinhos pelo menos três. 

Obs: Todas as vinícolas requerem uma reserva feita com antecedência. Sem a reserva,  corre-se o risco, de ao chegar em uma vinícola não haver mais disponibilidade de participar das visitas em grupo. 


Zoológico: Mendoza tem um  zoológico muito bom. Se tiver filhos pequenos é uma excelente opçaõ.



Parque do Aconcágua: O passeio de Alta Montanha dura todo o dia e pode fazer-se em qualquer época do ano. A sensação é única: no início, vê-se uma paisagem semi desértica e depois surgem as primeiras formações rochosas com vista de neve no topo das montanhas. Visita-se Potrerillos, e Uspallata, cidade militar a 1751 m de altitude. Depois visita-se o parque do Aconcágua que tem a montanha mais alta das Américas com 6.962m. 

Para detalhes visite: http://www.mendozaholidays.com/special-tours/Alta-Montanha-e-Vinhos_po.asp




Trekking ou Rafting: Durante o percurso do passeio de Alta Montanha visita-se a localidade de Potrerillos com o dique que embalsa as águas do Rio Mendoza, no qual se podem praticar rafting, kayak e windsurf. 



d) Onde ficar

Mendoza tem uma variedade de hotéis grande. O visitante pode escolher entre  ficar hospedado em uma vinícola ou no próprio centro da cidade. 

Opções de acordo com o tripadvisor: Consulte http://www.tripadvisor.com.br/Hotels-g312781-Mendoza_Province_of_Mendoza_Cuyo-Hotels.html#ACCOM_OVERVIEW

Alguns Hotéis entre R$ 170,00 e R$ 250,00 a diária casal 

-Bohemia Hotel Boutique
-Modigliani art and Design Suites Mendoza 
-Esplendor mendoza
-Executive Hotel Park Suites
-NH Cordillera


e) O que comer

As carnes são a pedida obrigatória em qualquer lugar da Argentina.


Nenhum comentário:

Postar um comentário